Tema-Árvores (2)

Tema - Árvores (2)
Edição e Pesquisa de Lenise M. Resende

- Pau-brasil - É a árvore da qual se originou o nome do nosso país, e que já foi abundante na mata Atlântica. No período colonial foi exportada para a Europa. Era usada na produção de pigmentos empregados no tingimento de tecidos e na preparação de tintas para desenho e pintura. Hoje é uma das espécies vegetais brasileiras ameaçadas de extinção.
 
- Movimentos Pau-Brasil e Antropofágico - A partir da Semana de Arte Moderna de 1922 surgem vários grupos e movimentos, que radicalizam ou se opõem a seus princípios básicos. O escritor Oswald de Andrade e a artista plástica Tarsila do Amaral publicam em 1924 o Manifesto Pau-Brasil, que enfatiza a necessidade de criar uma arte baseada nas características do povo brasileiro, com absorção crítica da modernidade europeia. Em 1928 levam ao extremo essas ideias com o Manifesto Antropofágico, que propõe "devorar" influências estrangeiras para impor o caráter brasileiro à arte e à literatura. Eles defendem a assimilação das estéticas internacionais para mesclá-las com a cultura nacional, o que dá origem a uma arte vinculada à realidade brasileira. (Fonte: Almanaque Abril 2011)
 
- Tarsila do Amaral (1886-1973) - Sua pintura é baseada em cores puras e formas definidas. Frutas e plantas tropicais são estilizadas geometricamente, numa certa relação com o cubismo. Um exemplo é O Mamoeiro, de 1925. A partir dos anos 30, Tarsila interessa-se também pelo proletariado e pelas questões sociais, que pinta com cores mais escuras e tristes, como em Operários, de 1933. Essa obra mostra o rosto de diferentes operários, com fisionomia séria, colocados lado a lado, tendo ao fundo as chaminés das fábricas.

 - Sugestão - Para criar uma "árvore Pau-Brasil" com o estilo de Tarsila do Amaral, juntar duas obras da artista. Como exemplo, juntei a obra Paisagem com Touro I (1925) e a obra Operários (1933). A partir das partes escolhidas de cada obra, foi criada uma outra que agrega essas duas partes.

 
1- Paisagem com Touro I, 1925, óleo sobre tela, 50 x 65,2 cm. Desta obra foi selecionada a árvore central.
 
 
2 - Operários, 1933, óleo sobre tela, 150 x 230 cm. Desta obra foi selecionado um grupo de rostos que, depois de impresso, pode ser usado para fazer uma colagem. Outra sugestão é desenhar os rostos à sua maneira e estilo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário